terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Prova


Prova de vida
Prova que vives
Prova-me
Prova que me pões à prova
Prova que queres
Prova-me
Prova que o calor e o sabor
são provas que bastam
Prova que o que te é dado
é a prova que precisavas
Prova o que sou
Prova o que és
Prova no que resultamos
e se resultamos esta é a prova.

4 comentários:

  1. Se te provasse não era eu
    Não sendo eu para que queres que te prove
    Sou eu, já disse
    Não são provas que bastam?
    Quantas vezes tenho de dizer que sou eu?

    ResponderEliminar
  2. Não faz parte do meu eu, ser provadora dessas provas. Existem coisas tão boas sem o exagero dessa prova, que é prova provada, que nem sempre a prova, prova seja o que for. Ou talvez prove aquilo que o outro... não prova, nem ... aprova
    .
    Tenha uma Quadra Natalícia feliz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vanessa, como dizia "o meu Tio Olavo": "Cada um é como cada qual...".
      Boas Festas

      Eliminar

- As críticas são bem-vindas, sobretudo as inteligentes
- Opiniões, sugestões, declarações, informações e tudo o resto cabem aqui.
- O que não cabe? Má educação, insultos ou publicidade descarada a outros sites e/ou blogs, tipo spam.
- Respondo a todos menos a anónimos(as)